18/03/2019

STF age para enquadrar MPF

As decisões do Supremo Tribunal Federal (STF), em claro desacordo com a força-tarefa da Lava Jato e o Ministério Público Federal como um todo, confirmam a informação desta coluna, de 25 de fevereiro, sobre a decisão dos ministros do STF presidido por Dias Toffoli de impor limites aos procuradores, negando-lhes pedidos “abusivos” e aumentando as exigências para autorizar buscas ou decretar prisões. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder. Já na segunda (11), a chefe da PGR, Raquel Dodge, que conhece a alma do STF, arquivou acusação da força-tarefa contra Gilmar Mendes. Na sessão de quinta (14), os ministros do STF derrotaram a força-tarefa ao despachar crimes de caixa 2 para a Justiça Eleitoral. A semana encerrou na sexta (15), com o ministro Alexandre de Moraes liquidando a “Fundação da Lava Jato” e a bela verba de R$ 2,5 bilhões.

Esclarecimentos sobre incidente com os ônibus do Transporte Coletivo na Av. Universal, em Sarandi

O Prefeito Walter Volpato determinou que a Autarquia de Águas juntamente com a Secretaria de Urbanismo dessem prioridade ao ocorrido. As equipes já estão no local realizando os reparos e analisando o caso. O rompimento foi localizado e já está recebendo manutenções para que a rede tenha o reabastecimento de água para os moradores. O cano antigo teria rompido e a água infiltrado na galeria, ocasionando o acidente com dois ônibus do Transporte Coletivo (TCCC).

Gilmar Mendes livra Beto Richa  de novas prisões

Beto Richa pode dormir tranquilo.Gilmar Mendes concedeu a ele um habeas corpus que não permite que ele volte a ser preso pelos motivos apresentados pelo Ministério Público Federal e pelo Gaeco relacionados às operações. É o que determina o habeas corpus do ministro Gilmar Mendes, que soltou o contador Dirceu Pupo Ferreira, operador que foi preso em 25 de janeiro junto com o Beto Richa. Gilmar Mendes lembrou que está vigente o salvo-conduto que emitiu para soltar o casal Beto e Fernanda Richa, o irmão Pepe e outros agentes públicos e empresários presos pela Operação Rádio Patrulha. O ministro repetiu a ordem na decisão que tirou o contador da cadeia: Gilmar Mendes entendeu “ser o caso de expedir novo salvo-conduto” por considerar que ainda há “risco concreto de novas prisões pelos mesmos fatos considerados insuscetíveis de prisão cautelar, entendo ser o caso de expedir novo salvo-conduto”.

FUGITIVO DA LAVA DO RJ LEVA UMA VIDA DE AUTO PADRÃO NO PORTUGAL

A Operação Lava Jato completa, neste domingo (17), cinco anos. Até agora, foram recuperados mais de R$ 40 bilhões. Só no Rio e no Paraná, a Justiça condenou 195 pessoas. Um dos personagens desses cinco anos fugiu do Brasil antes de ter a prisão decretada. É o empresário José Carlos Lavouras, apontado como chefe de um esquema multimilionário de corrupção, que, segundo o Ministério Público Federal, tinha a participação dos ex-governadores do Rio Sérgio Cabral e Luiz Fernando Pezão. O Fantástico localizou este empresário. Ele está em Portugal, numa vida de alto padrão, como mostram, com exclusividade, os repórteres Pedro Bassan, Arthur Guimarães e André Maciel.

15/03/2019

Walter Volpato Júnior agradeçe o reporte por mostrar o trabalho que vem sendo feito em Sarandi

Gostaria de agradecer ao repórter Carlos Fenille e toda a equipe do Programa Paraná Notícias na TV Bandeirantes pela oportunidade de mostrar um pouco do nosso trabalho frente a Secretaria Municipal de Urbanismo de Sarandi.
#ConstruindoUmaNovaHistoria

Urgente: CPI da Lava Toga  alcançou 27 assinaturas

Do Antagonista O novo requerimento para criação da CPI da Lava Toga acaba de alcançar o número necessário de assinaturas para ser apresentado no Senado. Elmano Férrer e Roberto Rocha garantiram apoio à proposta, somando 27 assinaturas.

14/03/2019

MPF denuncia Joesley, Palocci, Coutinho, Mantega e operador por aportes ilegais do BNDES

O MPF no DF acaba de protocolar na Justiça Federal em Brasília denúncia em relação aos aportes ilegais do BNDES no grupo JBS, entre 2007 e 2011, para apoiar sua internacionalização – a partir da compra de frigoríficos americanos. Joesley Batista, Antônio Palocci, Luciano Coutinho, Guido Mantega e seu operador Victor Sandri, e outras sete pessoas, responderão pelos crimes de formação de quadrilha, corrupção ativa e passiva, gestão fraudulenta, prevaricação financeira e lavagem de dinheiro.

Prefeitura de Sarandi retoma as obras no Jd. das Torres

Na tarde da última terça-feira (12) a Prefeitura de Sarandi, através da Secretaria de Urbanismo, retomaram as obras de asfalto no Jardim das Torres. O Jardim das Torres foi fundado em 1996, e está há mais de 22 anos sem a infraestrutura adequada. A área aproximada que será contemplada com o asfalto é de 780.313m². Para os moradores tal obra será a melhoria para o bairro que está sofrendo com barro e poeira. Essa obra é a realização do projeto de campanha do Prefeito Walter Volpato. As obras de mobilidade urbana estão espalhadas por toda cidade de Sarandi. A pavimentação Asfáltica além de favorecer a mobilidade urbana colabora com a valorização humana e social do município. 

TSE nega pedidos para cassar mandato de Boca Aberta

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou três liminares, sendo duas de ex-deputados e uma do Ministério Público, que pediam a cassação e a perda imediata de mandato do deputado federal Boca Aberta (PROS). A decisão partiu do ministro Jorge Mussi, e foi publicada oficialmente. As ações argumentavam que, como Boca Aberta havia sido cassado enquanto vereador na Câmara Municipal de Londrina, não poderia ser diplomado deputado federal, em decorrência da perda de direitos políticos. Entretanto, no entendimento do ministro, o deputado está com os direitos políticos mantidos, seguindo a decisão do Tribunal de Justiça do Paraná, que em outubro passado decidiu que Boca Aberta poderia exercer o mandato de deputado federal, quando então ocorreu sua diplomação. EX-DEPUTADOS As liminares foram negadas aos ex-deputados Osmar Serraglio e Evandro Roman, ambos suplentes ao cargo e diretamente interessados na vaga de Boca Aberta, eleito com mais de 90 mil votos. Na ação proposta por Serraglio, ele alega que enquanto vereador, Boca Aberta infringiu em decoro parlamentar, e por isso foi cassado. O mesmo argumento é usado por Evandro Roman. Ocorre, que na visão do ministro Jorge Mussi, Boca Aberta não pode perder o mandato enquanto o mérito da ação não for julgado. RECOMENDAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL Ainda em razão das ações que pretendem cassar Boca Aberta, o Ministério Público Eleitoral recomendou que todos os processos que argumentam os mesmos motivos para derrubar o deputado, sejam arquivados. Isso significa que, se aceita a recomendação, o TSE pode desconsiderar as representações. O TSE ainda não emitiu parecer sobre a ação proposta pelo ex-deputado federal Valdir Rossoni, que também está interessado no cargo de Boca Aberta.

Bolsonaro corta a mamata de 21 mil “companheiros” e Grande Mídia fica em silêncio 

O Diário Oficial da União circulou neste dia 13 de março de 2019, com uma grande notícia. A redução de 21 mil cargos e/ou funções remuneradas nos quadros do Governo Federal. Uma economia de aproximadamente R$ 195 milhões por mês. Considerado o décimo terceiro salário, são R$ 2,5 bilhões a menos de despesas com pessoal num ano. Ao curso do mandato, R$ 10 bilhões de economia. Ao fazer esses cortes o Presidente Jair Bolsonaro cumpre um compromisso de campanha e atende uma grande reivindicação da grande maioria da sociedade brasileira. Por um lado, faz com que o Estado seja menos gastador e pare de esbanjar o suado dinheirinho do contribuinte. Vai sobrar mais recursos para a educação, saúde, segurança pública e obras.