24/11/14

O PODEROSO CHEFAO E A SUA DERROTA

pelo que aconteceu o ditador comesou a perder pois o mesmo tinha prena certeza que seu manda chuva aquele que se diz do povao o verdadeiro pau mandando ou seu cunhadinho querido pois os dois digo os tres levaram uma baita de uma rasteira pois quem se acha o bom e o todo poderoso esta ai  e mais tem coisas piores pra vim pois este seu candidato ai aquele que colocou 10 lotes de terra no nome da sogra pois este vai levar uma surra que vai da do nao tem carisma e outro pau mandado pois o poderoso chefao quer estar por cima mesmo sem mandato ah eu estou sabendo tem muitas aguas pra rolar.

Dilma agora frita ministros antes de nomeá-los

unnamed
Josias de Souza
Dilma Rousseff tornou-se uma mandatária sui generis. Tem dois ministros da Fazenda e não tem nenhum. Guido Mantega foi demitido em setembro. E permanece no cargo como um ministro cenográfico. Joaquim Levy foi convidado nesta sexta-feira (21). Mas seu nome não foi anunciado formalmente. A presidente já tinha avisado que, reeleita, seria a mudança de si mesma. Mas ninguém suspeitou que tentaria compensar a carência de miolos na área econômica com o excesso de cabeças.
Lula aconselhara Dilma a apressar a escalação do seu time econômico, para disputar com o petrolão o espaço nas manchetes. A pupila deu ouvidos ao patrono. Mas conduziu o processo à sua maneira. Inovadora, levou o novo titular da Fazenda à frigideira antes mesmo de nomeá-lo. Maquiavel não teria feito melhor. Nunca nenhum presidente fizera o mal tão bem.

23/11/14

Economia da corrupção

corrupção-14.05
Por Miriam Leitão
“O governo funciona como nas capitanias hereditárias”, disse o executivo de uma grande empreiteira com quem conversei longamente nos últimos dias. Em cada área do governo que uma empresa vai, para discutir projetos, ela é enviada para falar com um político. Num dos negócios que fez, há dois anos, o executivo teve que conversar com Paulo Maluf. Ministros da presidente Dilma sabiam do encontro.
Os detalhes das abordagens são sempre espantosos. Meu interlocutor nega pagamento de propina, mas conta que às vezes fala-se abertamente que a área “pertence” a um partido. Há quem apenas diga indiretamente, mas há quem seja franco, como um prefeito de uma cidade de Tocantins, que pediu “luvas” apenas para não revogar negócio já feito na administração anterior.

Líder do PT no Senado embolsou R$ 1 milhão do Petrolão


humbertocosta-abr
Veja
O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa acusou o líder do PT no Senado, Humberto Costa, de ter recebido 1 milhão de reais do esquema de propinas pagas por empreiteiras a partir de contratos da estatal. A acusação foi feita no âmbito da delação premiada, a que Paulo Roberto Costa aderiu. Segundo o ex-diretor de abastecimento da Petrobras, que cumpre pena domicilar em seu apartamento no Rio, o petista teria utilzado o dinheiro em sua campanha ao Congresso Nacional, em 2010.
O nome do ex-ministro da Saúde do governo Lula se junta assim ao de outros políticos apontados por Paulo Roberto Costa como beneficiários do esquema, como o da ex-ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, que teria recebido 1 milhão de reais em um shopping center, por meio de intermediários, e os do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, do PSB, e do ex-senador do PSDB Sérgio Guerra, ambos já mortos. A denúncia está na edição deste domingo do jornal O Estado de São Paulo.

E-mails provam que Lula e Dilma poderiam ter parado a corrupção

Da VEJA
O doleiro Alberto Youssef disse à Justiça que Lula e Dilma sabiam do esquema de corrupção na Petrobras. Agora, mensagens encontradas pela PF em computadores do Planalto mostram que eles poderiam ter interrompido o propinoduto, mas, por ação ou omissão, impediram a investigação sobre os desvios
Antes de se revelar o pivô do petrolão, o maior escândalo de corrupção da história contemporânea brasileira, o engenheiro Paulo Roberto Costa era conhecido por uma característica marcante. Ele era controlador e centralizador compulsivo. À frente da diretoria de Abastecimento e Refino da Petrobras, nenhum negócio prosperava sem seu aval e supervisão direta. Como diz o ditado popular, ele parecia ser o dono dos bois, tamanha a dedicação.

Lula e Odebrecht ao telefone

odeb
Nesses dias de tensão total entre as empreiteiras envolvidas no escândalo da Petrobras, Marcelo Odebrecht (foto), o poderoso da maior construtora do país e amigo pessoal de Lula, conversou com o ex-presidente, que estava em Foz de Iguaçu, pelo telefone. Queria ouvir do ex-Chefe do Governo o que ele achava das prisões de dirigentes de empreiteiras e confessou que teme ter o mesmo destino. Lula desejou-lhe sorte e mutismo.

Aniversário de Barros reúne 1,2 mil pessoas em Maringá

ricardo barros gif
A festa de aniversário de Ricardo Barros (PP) reuniu mais de 1,2 mil pessoas na noite de ontem, em Maringá. Deputados federais, estaduais, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e lideranças de todo o Paraná prestigiaram a festa no Clube Olímpico.
“Meu hobby é fazer política. Trabalhar para mim não é cansar, é realizar. Eu não me canso de trabalhar, sonhar e realizar. Minha missão é colaborar para o progresso das cidades, e, no Congresso Nacional sempre defenderei o povo brasileiro”, afirmou o deputado federal eleito.
“Hoje comemoramos uma vitória não só sobre a existência, mas sim uma vitória da Cida, Maria, Ricardo e todos os amigos aqui presentes, pelo compromisso comum que temos pela comunidade”, disse o ex-prefeito Silvio Barros.
A esposa, deputada federal e vice-governadora eleita, Cida Borghetti, destacou a dedicação de Ricardo Barros. “Ricardo trabalha muito, tem uma dedicação incansável para ajudar quem mais precisa. E a cada dia trabalha mais”.
Representando quase 200 autoridades políticas, entre prefeitos, vice-prefeitos e vereadores, Roberto Pupin, prefeito de Maringá, destacou a atuação do deputado eleito. “Ricardo é um parceiro dos municípios, um político de resultados. Contamos sempre com o trabalho eficiente que ele realiza em favor dos nossos municípios. Espero que continue sempre dando a força para os prefeitos, com essa garra, determinação de sempre, ajudando Maringá e toda nossa região”.
A FESTA- A data marcou também os 25 anos do evento, que iniciou como uma comemoração entre amigos próximos na garagem da casa de Barros. Como acontece desde a primeira edição, o prato servido é a paella valenciana.
A festa desse ano teve mais um ingrediente especial para Ricardo Barros; aliás três. A comemoração das campanhas vitoriosas da esposa Cida Borghetti para vice-governadora, da filha Maria Victória para deputada estadual e a própria eleição para deputado federal.

Ministro do Supremo suspende decisão que autorizou Dirceu a viajar

Foto: André Coelho – O Globo
zé dirceu - andre coelho
Do Globo:
O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso, suspendeu neste sábado a decisão do juiz Nelson Ferreira Junior, da Vara de Execuções Penais e Medidas Alternativas do Distrito Federal, que autorizou o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu a passar duas semanas em São Paulo. Barroso, que é relator do processo que julgou Dirceu no caso do mensalão, argumentou que não houve qualquer comunicação formal a ele da decisão tomada pelo juiz e pediu informações, com a máxima urgência, dos fundamentos da decisão. Dirceu cumpre pena em prisão domiciliar em Brasília.
No despacho, Barroso diz que a decisão deverá ficar suspensa até que receba esclarecimentos. Ele ainda destacou que a autorização de viagem foi dada mesmo com o parecer desfavorável do Ministério Público (MP).
Conforme o GLOBO revelou na sexta-feira, o juiz Nelson Ferreira Junior atendeu a pedido de Dirceu e autorizou que ele viajasse entre São Paulo e Vinhedo, no interior do estado, onde tem residência em um condomínio. A autorização foi dada para viagem entre os dias 18 de novembro e 2 de dezembro. No pedido à Justiça, Dirceu argumentou que precisa viajar para cuidar de seu escritório. O ex-ministro aproveitou também para pedir para passar o Natal em Passa Quatro, no sul de Minas, onde vivem sua mãe e irmãos. O MP se pronunciou contra as duas viagens, mas juiz autorizou a ida a São Paulo e disse ser ainda cedo para decidir sobre viagem no período natalino.
Na sexta-feira, a defesa do ex-ministro foi procurada pelo GLOBO, mas não confirmou se Dirceu já havia viajado para São Paulo. Segundo a assessoria do STF, se ele estiver no estado, deverá retornar a Brasília assim que for intimado oficialmente, caso contrário estará descumprindo as regras do regime domiciliar, sob pena de perder o benefício.
Dirceu foi condenado a sete anos e onze meses, por corrupção ativa, no processo do mensalão. O ex-ministro foi preso no dia 15 de novembro do ano passado, mas conseguiu no dia 28 de outubro o direito de cumprir a pena em regime domiciliar, em Brasília.

16/11/14

esta vai pra quem defende corrupitos e aqui em sarandi tem muitos

unnamed
Além do R$ 1 milhão, apontado por Paulo Roberto Costa e Alberto Yousseff e não declarado na justiça eleitoral, parte da campanha de Gleisi Hoffmann (PT) ao Senado em 2010 foi bancada por empreiteiras envolvidas no escândalo da Petrobras e que teve seus executivos presos nesta sexta-feira, 14. Declarados oficialmente, só das empreiteiras com contratos com o governo e e seus diretores, Gleisi recebeu R$ 3,71 milhões. Na sua prestação de contas, a petista declarou R$ 7,97 milhões arrecadados na sua campanha eleitoral. As doações equivalem à 46,49% das arrecadações de Gleisi. Esse montante deve ser maior, já que Gleisi recebeu mais R$ 2,78 milhões dos diretórios nacional e estadual do PT. E como as doações das empreiteiras costumam representar 75% da arrecadação do PT, estima-se que Gleisi recebeu outros R$ 2,08 milhões de forma indireta das empreiteiras. Somado os dois montantes, as empreiteiras bancaram 72,63% da campanha de Gleisi em 2010.
Detalhando os valores, Gleisi recebeu das seguintes empreiteiras e seus diretores: Camargo Correa (R$ 1 milhão), OAS (R$ 780 mil), UTC Engenharia (R$ 250 mil), CR Almeida (R$ 250 mil), Coesa Engenharia (R$ 220 mil), João Sanches Junqueira (R$ 170 mil), Antonio Sanches (R$ 170 mil), Paulo Francisco Tripoloni (R$ 170 mil), Cavalca Construções (R$ 100 mil), Construtora Central do Brasil (R$ 100 mil), Contax (R$ 100 mil), Alusa Engenharia (R$ 70 mil), Paranapanema (R$ 50 mil), Carlos Roberto Nunes Lobato (R$ 50 mil), José Maria Ribas Muller (R$ 50 mil), Cimento Itambé (R$ 50 mil), Brookfield Brasil (R$ 30 mil), Ecoplan Engenharia (R$ 25 mil), Arteleste Construções (R$ 25 mil), Fidens Engenharia (R$ 25 mil) e Enpa Engenharia (R$ 25 mil.

12/11/14

Avenida londrina no centro Veja como esta a velha Sarandi

Eu gostaria de saber quem é o responsável pela a manutenção desta cidade vejas as fotos que fiz hoje no centro da cidade isto e uma tremenda vergonha pra quem paga seus impostos não cuida da cidade e que começar outra do secretário de urbanismo pois o senhor e candidato do prefeito o senhor não anda no centro da cidade pois está uma sujeira só pelo amor de deus gente vamos olhar pro centro da cidade agora imagina os bairros pelo que parece vocês estão tirando a população de Sarandi pra loki eu estou sabendo de muitas coisas terrenos em nome da sogra e outras coisas ah mais eu vou meter o kasete ppois o centro e um cartao de vizita de todas as cidades