24/05/15

DELEGADO JACOVÓS SUSPENDE VISITA DE PRESOS

DELEGADO JACOVÓS SUSPENDE VISITA DE PRESOS NO MINI PRESÍDIO DE APUCARANA E OUTRAS MORDOMIAS; ASSISTAM O VÍDEO DA REPORTAGEM, É IMPERDÍVEL O QUE O DELEGADO FALA; COLOCA OS PRESOS NO LUGAR DELES;

STF mantém corte de salário de professores grevistas de SP

unnamedprof
Péssima notícia para os professores grevistas nativos. A ministra do STF Carmen Lúcia manteve entendimento do STJ em suspender o salário dos professores grevistas da rede pública estadual de São Paulo. Os professores da rede estadual estão parados desde o dia 16 de março e pedem reajuste salarial de 75,33%. As negociações com o governo de Geraldo Alckmin (PSDB) não progrediram desde então e o salário dos grevistas passaram a ser cortados pela administração estadual. As informações são da Folha de S. Paulo.
Na última quarta-feira (20), o presidente do STJ, ministro Francisco Falcão, autorizou o desconto dos dias parados na folha de pagamento dos professores, revertendo liminar do Tribunal de Justiça de São Paulo.
Atendendo a um pleito do sindicato da categoria, o TJ-SP havia determinado que os trabalhadores deveriam continuar recebendo os vencimentos mesmo durante a paralisação. O governo estadual então recorreu ao STJ, com argumento de que a liminar representou gastos de aproximadamente R$ 42,5 milhões só no mês de março.
Segundo o Executivo paulista, na ocasião, saíram dos cofres públicos R$ 18,9 milhões para a contratação de professores substitutos, com objetivo de evitar a interrupção das aulas, e mais R$ 23,7 milhões em salários aos trabalhadores em greve.
O ministro Francisco Falcão acolheu a solicitação do governo do Estado. Em sua decisão, ele ressaltou as tentativas frustradas de negociação entre trabalhadores e Executivo para pôr o fim à paralisação.

APP-Sindicato não respeita nem casamento pena que o deputado nao contratou varios segurancas e nao deu um kste nesta quadrilha

APP-Sindicato vai à guerra em todas as frentes e faz algazarra no casamento do deputado Tiago Amaral em Londrina
A APP-Sindicato decidiu continuar sua guerra contra o governo, o Judiciário, o Legislativo e agora não respeita nem mesmo cerimônia reçligiosa. Ontem à noite em Londrina, fez uma algazarra no casamento religioso do deputado Tiago Amaral (PSB) com a engenheira agrônoma Juliana Yagushi na frente da Igreja da Paróquia São Vicente de Paulo na Avenida Madre Leônia Milito. Os manifestantes constrangeram convidados com cartazes, apitos e palavras de ordem contra o deputado. Os noivos, seus pais e padrinhos tiveram que entrar e sair pelos fundos. Quando é que os civilizados vão se conscientizar sobre o que está acontecendo?

20/05/15

DELEGADO JACOVÓS E EQUIPE, PRENDEM QUADRILHA DE ARROMBADORES E RECEPTADORES EM APUCARANA.

 






Duas pessoas foram presas e um menor apreendido durante operação da Polícia Civil que visa coibir arrombamentos, em Apucarana. Mais de R$ 40 mil em objetos furtados foram recuperados pelos investigadores da 17ª Subdivisão Policial (SDP) em residências nos bairros Jardim Trabalhista e Vila Regina. Haioane da Cruz Ferreira, Valcir Garcia e um adolescente de 15 anos estão à disposição da justiça. Os detidos vão responder por receptação e corrupção de menores.
Segundo a polícia, a quadrilha agia em Apucarana e região. Entre os objetos recuperados estão relógios de ouro, joias e celulares tomados em assalto na última sexta-feira, na cidade de Barbosa Ferraz. Também foram recuperados roupas, bonés, pares de tênis, televisores, videogames, perfumes, espingardas de pressão, som automotivo, micro system, DVDs entre outros produtos que ainda aguardam reconhecimento.


"Recebemos telefonemas de uma equipe de Barbosa Ferraz informando que os objetos furtados estariam em Apucarana. A equipe da 17ª SDP deu apoio durante a operação e acabamos recuperando outros objetos na ação conjunta", informa o chefe do setor de furtos e roubos da 17ª Subdivisão Policial (SDP), Carlos Alberto Azevedo Gomes.
Outros dois suspeitos, responsáveis pelos arrombamentos,estão foragidos: Diogo Lima Pereira e Kaio Cézar da Costa (que, segundo a polícia seria esposo de Haioane). “Os dois agiam em conjunto. Um deles é conhecido como homem aranha por escalar sobrados para furtar”, informa o delegado José Aparecido Jacovós, chefe da 17ª Subdivisão Policial (SDP).
Jacovós ainda acrescenta que a quadrilha está envolvida com o tráfico de drogas. O grupo estaria recebendo produtos furtados de usuários que praticam os delitos em troca de entorpecentes em locais conhecidos como 'bocas de fumo'. 
“É uma operação para combater os crimes de arrombamento para que a comunidade tenha mais tranquilidade. É um crime que incomoda muito a população, porque além de ter objetos furtados ainda tem que lidar com os estragos causados em portas e janelas”, observa o delegado.
Resultado de imagem para DELEGADO JACOVOS

19/05/15

Em derrota de Dilma, Senado rejeita Guilherme Patriota para OEA

Em mais uma derrota da presidente Dilma Rousseff, o Senado rejeitou a indicação do nome de Guilherme Patriota para ser o representante permanente do Brasil na Organização dos Estados Americanos (OEA). A indicação de Patriota foi negada por 38 votos contra e 37 votos a favor. O embaixador Gulherme Patriota é irmão de Antônio Patriota, que foi ministro das Relações Exteriores no governo Dilma.
Pouco antes, o Senado aprovou o nome do embaixador Paulo César de Oliveira Campos teve seu nome aprovado pelo Senado para ser o novo embaixador do Brasil na França e em Mônaco. O nome do diplomata foi aprovado por 66 votos a favor, quatro contra e apenas um contrário. Conhecido como “POC”, o diplomata era homem de confiança do ex-presidente Lula, ao ter exercido por quase seis anos no cerimonial do Palácio do Planalto.
Os aliados do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disseram que esse seria o “troco” em caso de aprovação de Fachin para uma vaga do Supremo Tribunal Federal (STF). Diante da derrota do governo, o senador Lindbergh Farias criticou o resultado.
— É a primeira vez que um diplomata tem seu nome rejeitado. É lamentável — disse o petista.
Publicidade
O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que votou, reagiu na hora.
— Para além de ser um ato lamentável, é uma decisão do Senado que tem que ser respeitada. É atribuição do Senado — disse Renan.
O Senado ainda aprovou o nome de João Alberto Quintaes para ser embaixador do Brasil na República do Mali.

STF autoriza quebra de sigilo bancário e fiscal de Collor

O ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato no STF, autorizou a quebra de sigilo bancário e fiscal do senador Fernando Collor (PTB-AL), conforme solicitado pela PGR. Os investigadores terão acesso a dados entre 1.º de janeiro de 2011 a 1.º de abril de 2014. Na mesma decisão, Zavascki autorizou a quebra de sigilo bancário de quatro outras pessoas, entre elas Pedro Paulo Leoni, ex-ministro de Collor, e de 12 empresas, como a Gazeta de Alagoas, ligada à família do senador.
Ex-presidente alvo de impeachment em 1992, Collor é um dos 50 investigados no STF por suposto envolvimento em desvios na Petrobrás. A quebra de sigilo será usada pelos investigadores para checar eventuais depósitos mencionados pelos delatores da Lava Jato. O doleiro Alberto Youssef disse em delação premiada ter feito “vários depósitos” a Collor e autorizado entregas de dinheiro em espécie.
Em operação de busca e apreensão no escritório de Youssef, investigadores encontraram depósitos em nome do senador que somam R$ 50 mil. As operações bancárias foram feitas entre 2 e 5 de maio de 2013.
Reação. O advogado de Collor, Fernando Neves, disse não ter conhecimento da decisão de Zavascki e não comentou o assunto. Na semana passada, após o pedido de quebra de sigilo, Collor protocolou quatro representações contra o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, nas quais questiona decisões e aponta “crimes de responsabilidade” por parte do chefe do Ministério Público Federal
Em outro inquérito, a PF pediu quebra de sigilo bancário e fiscal do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e do deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE). A defesa de Renan, ao saber pela imprensa da solicitação, deixou à disposição do Supremo as movimentações bancárias e fiscais do parlamentar. Na sexta-feira, Zavascki tomou uma decisão nesse caso, mas não se tem ciência, por ora, do teor do despacho.

18/05/15

Dono da UTC deu propina a ex-senador para atrapalhar CPI

gim
d’O Globo:
O dono das construtoras UTC e Constran, Ricardo Pessoa, afirmou nas tratativas para o acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República que o ex-senador Gim Argello (PTB-DF) recebeu dinheiro para atrapalhar as investigações de CPI da Petrobras que funcionou em 2014, segundo fontes com acesso à apuração em curso no Supremo Tribunal Federal (STF). Gim Argello, por indicação da base do governo no Senado, foi vice-presidente da CPI mista da Petrobras.
Ao longo de 2014, o senador desempenhou por diversas vezes um papel de protagonismo na comissão, presidindo reuniões e oitivas. A suposta ação de Gim Argello, um dos principais articuladores da base governista no primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff, teria envolvido recebimento de propina, conforme o relato inicial de Pessoa divulgado ontem pelo GLOBO. Procurado, Gim Argello não foi localizado.
Além da suposta ação do petebista na CPI da Petrobras, o empreiteiro relatou a atuação de um parente de um ministro do Tribunal de Contas da União, dizem fontes com acesso à investigação. A suspeita é de venda de informações privilegiadas. O acordo de delação tramita sob sigilo.
Pessoa é suspeito de chefiar o cartel de empreiteiras. Após ficar seis meses preso em Curitiba, está em prisão domiciliar. O acordo de delação premiada foi assinado na sede da PGR, em Brasília, na última quarta. Homologada a delação pelo STF, Pessoa começa a prestar os depoimentos e detalhar o envolvimento de cada citado.
Gim Argello participou das duas CPIs da Petrobras que funcionaram em 2014. Além de ter sido vice-presidente na comissão mista, formada por senadores e deputados, foi indicado para a comissão exclusiva do Senado. Na prática, apenas a primeira funcionou, entre maio e dezembro de 2014. As empreiteiras investigadas na Operação Lava-Jato acabaram blindadas na CPI: nenhum executivo foi convocado, nem sigilos foram quebrados.
— Em hora nenhuma tivemos condição para isso, quorum para isso. Acho que foi a eleição — disse Gim Argello em reportagem do GLOBO de 8 de dezembro.
O relatório final da CPI mista, do deputado Marco Maia (PT-RS), foi aprovado dia 17. O texto recomendou o indiciamento de ex-diretores da Petrobras e de executivos de empreiteiras investigadas na Lava-Jato. Gim Argello presidiu essa sessão. Outro delator da Lava-Jato, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, também relatou pagamento de propina para interferência numa CPI. Uma comissão foi instalada em 2009 para investigar a Petrobras, e, diz Costa, o então presidente do PSDB, Sérgio Guerra, morto em 2014, recebeu R$ 10 milhões para dificultar os trabalhos.
Também investigado na Lava-Jato e citado na delação de Pessoa, o senador Edison Lobão (PMDB-MA) é suspeito de ser sócio oculto de um grupo de empresas sediado nas Ilhas Cayman, um paraíso fiscal, segundo reportagem publicada ontem pelo jornal “O Estado de S. Paulo”. Um inquérito foi aberto no STF em fevereiro para investigar a suspeita de lavagem de dinheiro. A holding Diamond Mountain captaria, segundo o jornal, recursos de fundos de pensão de estatais, fornecedores da Petrobras e empresas privadas. O advogado de Lobão, Antônio Carlos de Almeida Castro, negou o envolvimento e qualquer relação de seu cliente com a empresa, e disse ser “incompreensível“ a ilação feita. Em nota, a Diamond Mountain afirmou não ter nenhuma relação com o senador e não existir “sociedade formal nem oculta entre a empresa e o político”.

17/05/15

A política do absurdo

congressopt13
Na política do avesso todos perdem. O país não tem tempo para o oportunismo dos contorcionistas. Nem paciência
O desgoverno da presidente Dilma Rousseff, ápice dos 12 anos de domínio petista sobre a máquina pública, tem agido como fertilizante na produção de absurdos políticos. Tudo está ao avesso. Dentro da lama e de costas para o país.
Diante de uma impopularidade jamais experimentada, o PT aprofunda-se na esquizofrenia. Apoia e combate o seu próprio governo. Precisa agradar as bases sindicais que são contra o pacote fiscal de Dilma e, ao mesmo tempo, manter-se no poder. Até para garantir os cargos públicos dos companheiros, incluindo os sindicalistas. Depende eleitoralmente do sucesso da presidente, mas quer porque quer manter distância dela.
Síndrome psíquica semelhante acomete o PSDB, que, para aumentar o sangramento da mandatária petista, nega voto a teses que defendia até ontem.

15/05/15

DELEGADO JACOVÓS E SUA EQUIPE PRENDE UM DOS MAIORES TRAFICANTES DE DROGAS DO PARANÁ.


http://m1.tnonline.com.br/large/original/2015/04/24/tn_03f654cb05_policiamarissol.jpg

 http://i.ytimg.com/vi/Rm3nZygJr4E/hqdefault.jpg



Policiais civis da 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana realizaram operação,, na região do Jardim Marissol (zona leste da cidade) para cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão em imóveis ocupados por suspeitos de tráfico de drogas, após três mil horas de escutas telefônicas. A quadrilha faturava de R$ 10 mil a R$ 15 mil por semana comercializando entorpecentes na cidade, de acordo com o delegado José Aparecido Jacovós.

Conforme o superintendente da 17ª SDP, Cláudio Dias da Silva, o "Pará", cinco pessoas foram detidas e houve apreensão de drogas, dinheiro, de uma caminhonete Toyota Hilux, um VW Golf, VW Saveiro, motocicletas, 20 peças de prata de Bali, um motor de barco e dezenas de pássaros mantidos irregularmente em cativeiros, além carne de capivara já abatida, que estava no interior de um freezer e outros itens.

"Os detidos eram investigados pela Polícia Civil há três meses. Um dos detidos construía casas para vendê-las posteriormente, provavelmente usando dinheiro oriundo do tráfico de drogas", afirma Pará. Entre os detidos estão Marcos Antônio Gonçalves, de 36 anos, e Roberto Ferreira de Matos.


O investigador acrescenta que os traficantes tinham um "esquema" de entrega de entorpecentes para usuários de classe média/alta após recebimento de telefonemas pedindo tóxicos sob "encomenda (disque drogas). "Os veículos apreendidos eram usados pelos traficantes para a entrega de drogas e um dos detidos residia em casa de alto padrão, com muros altos, cerca elétrica e câmeras de monitoramento", completa Pará.

Um comboio policial com os detidos e o material apreendido seguiu para a 17ª SDP.
 http://m1.tnonline.com.br/temp/original/2015/04/24/tn_dbe4e3454b_amarissol555.jpg




14/05/15

apertando o cinto

De Paula
O prefeito de Sarandi, Carlos Alberto de Paula Junior (PDT) vai apertar o cinto para não responder por improbidade administrativa. Com a diminuição nas fontes de recursos federais e estaduais, e para cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal, ele quer reduzir significativamente o número de cargos comissionados, hoje 138. Esta semana foi assinada a exoneração de quatro e amanhã sai uma fornada de quinze. A redução pode atingir 60, no total. Além disso, haverá corte de horas extras e de funções gratificadas. Os FGs devem ser reduzidos à metade.
De Paula reclama que o governo não dá as condições que a lei exige, especialmente em relação à educação, onde a folha de pagamento chega a ultrapassar 70% do Fundef (a lei exige mínimo de 60%), e isto impacta na chamada folha normal. Alguns prefeitos não estão dando muita pelota, mas a lei exige compensações quadrimestrais. Municípios cujas folhas ultrapassem o limite prudencial de 46,55% da receita corrente líquida, se não adotarem medidas de economia, terão dores de cabeça até o final de agosto, o que inclui bloqueio de repasse e responsabilização por improbidade,blog do rigon