03/05/15

As Policias Militar e Civil e Guarda Municipal Nao Estão Dando Mole Pra Malandragem

A Polícia Militar de Sarandi em patrulhamento pelo cruzamento das ruas Ipanema e Ana Neri abordou um jovem que fora identificado como Lucas Henrique de Oliveira Castro, 21 anos, e com ele encontrou uma porção de maconha. Apesar do abordado  declarar ser somente usuário, os policiais já tinham informações que nesta esquina ocorria tráfico de drogas de maneira dissimulada. Segundo informações da comunidade local, um jovem com as mesmas características de Lucas costuma traficar drogas em pequenas quantidades para não levantar suspeitas. A facilidade da traficância se daria, ainda conforme a denúncia, pela proximidade da residência do abordado. Quando questionado sobre sua residência, Lucas primeiramente tentou enganar os militares dizendo residir em local distante da abordagem, entretanto caindo em contradição acabou confessando morar a duas casas do local da abordagem, sendo Rua Ipanema, 359.
Desta maneira os policiais perguntaram ao abordado se ele mantinha alguma quantidade de droga em sua residência e ele respondeu que sim, assim Lucas indicou um local da residência onde ele mantinha 3 porções pequenas de maconha. Os policiais, desconfiados que havia mais drogas na casa, resolveram revistar o imóvel e acabaram por localizar um trablete de maconha de dimensões 20x07 cm pesando aproximadamente 500 gramas escondido dentro de uma bolsa feminina, 02 munições de calibre .38 escondidas dentro de um tênis, 17 jóias de prata de bali (entre correntes e pulseiras), 04 aparelhos telefônicos celulares, 02 pen drives, 02 aparelhos de video-game, sendo 01 Play Station 2 e 01 Play Station 3, 07 jogos para video-game, R$ 220,00 (duzentos e vinte reais em moedas) e R$ 256,00 (duzentos e cinquenta e seis reais) em cédulas trocadas.
A droga, os objetos citados e o dinheiro encontrados foram entregues na Delegacia de Polícia Civil de Sarandi juntamente com Lucas que recebeu voz de prisão pelo crime de tráfico de drogas.

01/05/15

DR JAVOS TAMBEM E PRE CANDIDATO A PREFEITO POR SARANDI

DR jacovos e pre candidato a prefeito em sarandi isto ele me afirmou esta semana pois seu nome esta sendo  cogitado e tem muito carisma do povo de sarandi tem uma lideranca muito boa por onde passa e com certeza sera um candidato a altura do municipio que todas a populacao de Sarandi merece.

Delegado fala no CONSEG -Sarandi está dois meses sem assassinato

O delegado de Policia Sarandi, Dr. Reginaldo na reunião do CONSEG, na última terça feira((28) na sede da ACis  respondeu diversas perguntas dos conselheiros, descartou ate aquele momento a presença de tuberculosse, disse que é boa o atendimento médico aos presos, também ressaltou o bom trabalho de seus comandados, inclusive de 5 servidoers municipais cedidos pela prefeitura, disse que é favoravel a construção de uma Casa de Custódia. enfim, comemorou dois meses de um assassinatro em Sarandi, graças ao trabalho conjunto  com a Policia Militar e a Guarda Municipal.  Na mesa, Capitão Dias, comandante da Cia Militar de Sarandi, Dr. Reginaldo,Nelson Bazzoti, presidnete do Conseg. Cido Policia Secretário da Segurança que comanda a GM, advogado que representa a OAB, e o representante do Fórum.blog do Hilario

QUEM VOTOU A FAVOR E QUEM VOTOU CONTRA

Veja quais os deputados que votaram no projeto na sessão extraordinária

A favor

- Alexandre Curi (PMDB)
- Alexandre Guimarães (PSC)
- André Bueno (PDT)
- Artagão Jr. (PMDB)
- Bernardo Ribas Carli (PSDB)
- Claudia Pereira (PSC)
- Cobra Repórter (PSC)
- Cristina Silvestri (PPS)
- Dr. Batista (PMN)
- Elio Rusch (DEM)
- Evandro Jr. (PSDB)
- Felipe Francischini (SD)
- Fernando Scanavaca (PDT)
- Francisco Bührer (PSDB)
- Guto Silva (PSC)
- Hussein Bakri (PSC)
- Jonas Guimarães (PMDB)
- Luiz Carlos Martins (PSD)
- Luiz Claudio Romanelli (PMDB)
- Marcio Nunes (PSC)
- Maria Victoria (PP)
- Mauro Moraes (PSDB)
- Missionário Ricardo Arruda (PSC)
- Nelson Justus (DEM)
- Paulo Litro (PSDB)
- Pedro Lupion (DEM)
- Plauto Miró (DEM)
- Schiavinato (PP)
- Tiago Amaral (PSB)
- Tião Medeiros (PTB)
- Wilmar Reichembach (PSC).
Contra
- Adelino Ribeiro (PSL)
- Ademir Bier (PMDB)
- Anibelli Neto (PMDB)
- Chico Brasileiro (PSD)
- Evandro Araújo (PSC)
- Gilberto Ribeiro (PSB)
- Gilson de Souza (PSC)
- Marcio Pacheco (PPL)
- Marcio Pauliki (PDT)
- Nelson Luersen (PDT)
- Nereu Moura (PMDB)
- Ney Leprevost (PSD)
- Palozi (PSC)
- Pastor Edson Praczyk (PRB)
- Péricles de Mello (PT)
- Professor Lemos (PT)
- Rasca Rodrigues (PV)
- Requião Filho (PMDB)
- Tadeu Veneri (PT) 
- Tercílio Turini (PPS).

27/04/15

MPF Denicia Vacarri e Duque Por Lavagem


O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, o ex-diretor da Petrobras Renato Duque e o executivo Augusto Mendonça foram denunciados pelo MPF nesta segunda-feira (27) pela lavagem de R$ 2,4 milhões. Os procuradores identificaram 24 operações de lavagem de dinheiro entre abril de 2010 e dezembro de 2013. O juiz federal Sérgio Moro deve acatar a ação.

Segundo o MPF, parte da propina paga a Duque enquanto ele era diretor de Serviços da Petrobras foi paga por empresas do grupo Setal Óleo e Gás para a Editora Gráfica Atitude a pedido de Vaccari. A gráfica, segundo apuração dos investigadores, é ligada ao PT.

Para justificar os pagamentos, a Gráfica Atitude firmou dois contratos com as empresas do grupo Setal. Segundo o MPF, porém, os serviços nunca foram prestados e as notas fiscais eram frias.

Na denúncia oferecida nesta segunda-feira (27), o MPF não apontou a responsabilidade de nenhuma pessoa vinculada à gráfica, mas segundo os procuradores, novas investigações devem apurar a participação de pessoas ligadas à Gráfica Atitude.

AONDE VAMOS PARAR


O Partido dos Trabalhadores prepara ação contra o juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato. A área jurídica do PT trabalha em sigilo na consolidação de argumentos para alegar a "suspeição" do magistrado, em razão de prisões de petistas, que eles consideram "políticas". A intenção é colocar Moro "na defensiva", segundo uma fonte do partido. Trocando em miúdos, querem intimidar o juiz.

O PT sonha afastar Sergio Moro da Lava Jato, acusando-o de "parcial", "antipetista" etc. Conversa fiada: é só um juiz corajoso e incorruptível. A prisão da cunhada de João Vaccari será usada pelo PT contra Moro, que a soltou tão logo se pôs em dúvida sua identidade em um vídeo.

Os petistas querem que Marice Corrêa de Lima, a cunhada de Vaccari, acione Sergio Moro por "dano moral". Ela não parece disposta a isso. João Vaccari, que o PT trata como "preso político", é réu por corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.


25/04/15

Polícia prende um dos maiores traficantes de Apucarana

Cinco pessoas foram presas, seis veículos, drogas, arma, joias e celulares e dinheiro e pássaros, o traficante têm dez casas. Policiais civis da 17ª (SDP) cumpriram mandados de busca e apreensão de Apucarana, na manhã desta sexta-feira (24), na Rua Jair Fidélis Marques, no Jardim Marissol em Apucarana. As equipes da policia civil esteve em dois imóveis ocupados pelos casais suspeitos de tráfico de drogas na cidade. Segundo informações do superintendente da 17ª SDP, Cláudio Dias da Silva, popular “Pará”, foram presas cinco pessoas, e apreendido uma caminhonete Toyota Hilux, cor preta, placas ATJ 1968, uma motocicleta placa AWI 5634, um veículo Golfe prata, placa AMF 9106, motor de barco e alguns pássaros mantidos irregularmente em cativeiros, drogas, munição de calbre restrito, joias, celulares e dinheiro. Foram presos na operação, Marcos Antônio Gonçalves “Cabeça” de 36 anos e Roberto Ferreira de Matos, 37 anos, Giovana de Oliveira Jesus, 21 anos. As outras duas pessoas ainda não foram informada as identidades. Os presos estariam sendo monitorados há três meses, pelo Serviço de Inteligência da Polícia Civil. Um dos elementos estaria construindo e vendendo casas.via blog do Carlao

Indonésia confirma execução de paranaense e comunica a família

ind
A família do paranaense Rodrigo Muxfeldt Gularte, condenado à morte na Indonésia por tráfico de drogas, foi informada oficialmente neste sábado (25) de que ele será executado. A data das execuções, que são por fuzilamento, não foi anunciada. A lei indonésia prevê que os presos sejam informados com 72 horas de antecedência, o que foi feito neste sábado, disse à BBC Brasil Ricky Gunawan, advogado de Gularte. Assim, as penas poderão ser cumpridas a partir da tarde de terça-feira (horário local).
Gularte, de 42 anos, foi preso em julho de 2004 após tentar entrar na Indonésia com 6kg de cocaína escondidos em pranchas de surfe. Ele foi condenado à morte em 2005. A família tentava convencer autoridades a reverter a pena após Gularte ter sido diagnosticado com esquizofrenia.

Uma equipe médica reavaliou o brasileiro na prisão em março à pedido da Procuradoria Geral indonésia, mas o resultado deste laudo não foi divulgado. Ele poderá ser o segundo brasileiro a ser executado na Indonésia. Em janeiro, o carioca Marco Archer Cardoso Moreira foi fuzilado após ser condenado à morte por tráfico de drogas.
Autoridades não divulgaram quais presos deverão ser executados. Dez condenados estão no corredor da morte, incluindo cidadãos de Austrália, França e Nigéria. Apenas um é indonésio.
Representantes das embaixadas que representam os estrangeiros foram informados das execuções em reunião com autoridades da Procuradoria Geral em Cilacap, a 400 km de Jacarta, neste sábado. A cidade fica próxima à prisão de Nusakambangan, onde os condenados estão presos e as sentenças deverão ser cumpridas.
Último recurso
Diplomatas brasileiros em Cilacap se encontrariam com Gularte na prisão ainda neste sábado para informá-lo da execução. O advogado de Gularte disse que entrará com recurso na segunda-feira para tentar reverter a decisão.
“Condenamos fortemente esta decisão. Isto prova que o sistema legal indonésio não protege os direitos humanos. O fato de que um prisioneiro com uma doença mental possa ser executado é mais do que um absurdo”, disse.
A mãe de Gularte, Clarisse, está no Brasil e não está claro se viajará à Indonésia, disse o advogado. O presidente indonésio, Joko Widodo, que assumiu em 2014, negou clemência a condenados por tráfico, dizendo o país estão em situação de “emergência” devido às drogas. Em janeiro, seis presos foram executados, inclusive Marco Archer Cardoso Moreira.
Brasil e Noruega convocaram seus embaixadores na Indonésia em protesto e, em fevereiro, a presidente Dilma Rousseff recusou temporariamente as credenciais do novo representante indonésio no Brasil em meio ao impasse com Jacarta diante da iminente execução de Gularte.
O encarregado de negócios da Indonésia no Brasil foi convocado pelo Itamaraty na sexta-feira para discutir a questão diante da iminência do fuzilamento do brasileiro.
Austrália e França alertaram que as relações com o país poderiam ser afetadas se seus cidadãos fossem executados. Grupos de direitos humanos também têm pressionado a Indonésia para cancelar a aplicação das penas. Mais de 130 presos estão no corredor da morte, 57 por tráfico de drogas, segundo a agência Associated Press

24/04/15

Sergio Moro autoriza oitivas da CPI da Petrobras em Curitiba

unnamed
O juiz federal Sérgio Moro autorizou que as sessões da CPI da Petrobras sejam realizadas em Curitiba para ouvir presos da Operação Lava Jato. As oitivas devem ser feitas na primeira quinzena de maio na Assembleia Legislativa e abertas para a imprensa. A comissão ouvirá pelo menos 19 presos da operação encarcerados no Paraná. Novos requerimentos devem ser apresentados nos próximos dias para ouvir pessoas que foram presas recentemente, como o ex-deputado André Vargas (ex-PT).
Segundo o vice-presidente da CPI, Antonio Imbassahy (PSDB), as sessões em Curitiba devem ser concentradas em apenas três ou quatro dias, o que resultaria em pelo menos quatro depoimentos diferentes por dia. Para Imbassahy, a opção pela vinda da comissão ao Paraná é menos trabalhosa que a transferência dos detentos para o Distrito Federal.
“O translado de cada preso é uma logística muito complicada, precisa de aeronave, escolta, entendemos que a vinda para cá seria mais eficiente. Se fizer na ponta do lápis e no desempenho do trabalho, ganhamos em agilidade”, disse. “Se fossemos levar todos para Brasília, iria demorar seis meses”, disse o deputado Julio Delgado (PSB).
Atualmente, um ato interno da Câmara proíbe que detentos sejam levados para as dependências da Casa. O ato, porém, foi suspenso temporariamente em março, para que o ex-diretor da Petrobras Renato Duque, que seria ligado ao PT, pudesse ser ouvido. Duque permaneceu em silêncio.
Os deputados também solicitaram informações que estavam sob sigilo para Moro, que acatou o pedido. Não foi detalhado quais documentos estão em posse da CPI, mas Imbassahy afirma que foi respeitado o sigilo de alguns dados que poderiam “prejudicar as investigações”. O principal objetivos dos deputados era obter a íntegra das delações premiadas.

23/04/15

TSE decide, de forma definitiva, que Edgar é prefeito de Cascavel


edgar e lemos
Julio Fernandes, Paraná Oeste:
Os ministros do TSE decidiram na manhã de hoje (quinta-feira, 23) que o prefeito Edgar Bueno (PDT) e o vice-prefeito Maurício Theodoro (PSDB) continuam no comando da prefeitura de Cascavel. Os ministro negaram provimento ao recurso aos candidatos derrotados em 2012, Professor Lemos (PT) e Walter Parcianello (PMDB).
Os sete ministros do ministros do TSE acompanharam a decisão monocrática da ministra Luciana Lóssio, publicada no dia 26 de fevereiro, entendendo que não havia provas para a impugnação do mandato, ao contrário da decisão do TRE. A discussão do recurso foi breve. A relatora, Maria Thereza de Assis Moura, afirmou apenas que não concordava com os dois argumentos da ministra Luciana Lóssio, mas que concordava que não houve potencialidade lesiva. Na decisão monocrática a ministra afirmou que por meio dos direitos de resposta, os eleitores foram informados sobre o verdadeiro domicílio de Professor Lemos.
“Não mora aqui”
Especialistas entendem que não poderia ser diferente a decisão. Não haveria justificativa para cassar os mandatos, até porque ambos não são acusados de desviar recursos públicos ou de fraudar licitações, por exemplo. “Como é que o TSE iria justificar a cassação dos mandatos, faltando um ano e oito meses para o término dos atuais mandatos, porque o vitorioso disse que seu adversário não morava em Cascavel”, questiona um jurista.
Inconformado com a derrota na primeira eleição com segundo turno em Cascavel, Lemos pedia a cassação do mandato de Edgar Bueno, acusando-o de tentar enganar o eleitor ao afirmar que ele, Lemos, não morava em Cascavel. Ao que se sabe, embora possua domicílio eleitoral na cidade, o petista até hoje “não mora em Cascavel”.
Vale repetir a postagem de Júnior Preisner no Facebook. “E o agravo regimental do Professor Lemos foi desprovido por unanimidade pelo plenário do TSE. Edgar segue como Prefeito de Cascavel. Lemos, quem sabe, recorra agora para a Corte Internacional de Haia. Fim de papo senhores. Cascavel seguirá em boas mãos. Aqui os cascavelenses não querem o PT!!!